• Rua Tapajós, 645/655. Centro, Manaus/AM
  • (92) 3233-5555, (92) 98118-1168
  • Seg a sex: 12:30h às 19h Sáb 08:00 às 12h e 13:00 às 17h

Blog

Está com coceira nos olhos? Veja 6 possíveis causas e como tratar

Está com coceira nos olhos? Veja 6 possíveis causas e como tratar

É muito comum ocorrer coceira nos olhos, e os motivos podem ser os mais diversos desde uma irritação até uma conjuntivite. O que causa isso na maioria das vezes é alguma reação alérgica. Mas além disso, a coceira pode ser sintoma de outras inflamações e infecções oculares.

Coçar os olhos uma vez ou outra pode ser uma ação involuntária. O ato de simplesmente levar as mãos aos olhos acontece sem que percebamos, mas quando isso se torna muito frequente e a coceira começar a realmente incomodar pode ser sinal de algum problema.

Pensando nisso, nós do Julia Herrera Hospital de Olhos separamos alguns quadros que podem causar a coceira nos olhos. Continue lendo e saiba quais são e como tratá-la!

Alérgeno

A maioria desses alérgenos está no ar, como pólen, ácaro, poeira, mofo, pelo de animal, produtos de limpeza entre outros. Também alguns conservantes de colírios ou de limpeza de lentes de contato também podem dar alergia e consequentemente coceira e vermelhidão. Muitas vezes, os sintomas das alergias envolvem coceira nos olhos, ardência e inchaço.

As pessoas com rinite ou sinusite podem apresentar sintomas de alergia oculares também, como coceira, vermelhidão, lacrimejamento, inchaço e irritação nos olhos. Alguns apresentam também um pouco de secreção branca.

Por ser uma reação alérgica, não há um tratamento exato, mas existem algumas medidas para evitá-lo.

  • Evite objetos, que juntam pó;
  • Se possível não tenha carpete ou tapetes em casa;
  • Limpe com frequência o filtro do ar condicionado;
  • Evite flores, pois elas trazem pólen, que são alérgenos;
  • Evite lugares com muita poeira;
  • Evite manusear produtos antigos ou guardados há muito tempo;
  • Fique longe de ambientes com fumaça de cigarro e não fume.

Conjuntivite

A conjuntivite é uma doença bastante comum, e pode ser até contagiosa, tem início em apenas um dos olhos, mas quase sempre afeta o segundo em poucos dias. Ela é uma inflamação da mucosa clara da superfície do olho, a conjuntiva, que podem ser causadas por vírus, bactérias, fungos ou ter origem alérgica.

Os sintomas da conjuntivite são:

  • vermelhidão nos olhos;
  • lacrimejamento;
  • secreção;
  • sensação de areia no olho;
  • coceira.

Leia também:

Existe relação entre dor de cabeça e problema de visão? Descubra!

Hordéolo ou terçol

O hordéolo, mais conhecido como “terçol” é uma infecção bacteriana que evolui para uma inflamação nos folículos ciliares. A inflamação gera um carocinho que aparece na parte superior ou inferior das pálpebras, podendo deixar também toda a pálpebra inchada e deixá-la sensível ao toque

Esses carocinhos são doloridos, podem apresentar pus e na maioria das vezes provocam coceira nos olhos. Todos esses sintomas reunidos são bem incômodos, pois o paciente frequentemente esquece do terçol e acabar coçando os olhos e sente uma dor profunda ao tocá-lo.

Compressas quentes podem ajudar a aliviar esses sintomas, mas em momento algum o paciente deve se automedicar.

Blefarite

Trata-se de uma inflamação não contagiosa das pálpebras, que geralmente é causada pela produção excessiva de gordura por uma glândula encontrada na pálpebra. Normalmente afeta pessoas que sofrem com a oleosidade excessiva na pele.

Ela pode ser identificada por pálpebras inchadas e dolorosas, podendo ser acompanhada por caspa, coceira nos olhos, mudanças na pele da pálpebra e perda dos cílios. Costuma ocorrer juntamente com outros problemas de pele ou alergias.

Os sintomas incluem pálpebras vermelhas que coçam e parecem oleosas e com crostas. Secura nos olhos também é um sintoma da inflamação. O tratamento inclui a limpeza das pálpebras, colírios antibióticos ou esteroides. No entanto, a blefarite tende a voltar.

Uveíte

A coceira nos olhos também é um sintoma da uveíte. Essa é uma inflamação que atinge o corpo ciliar, coróide e íris, e que pode ser provocada por diversos motivos.

Desde traumas e infecções, até doenças autoimunes e tumores. Além da coceira, pode provocar também dor, lacrimejamento, vermelhidão, em alguns casos, visão embaçada, sensibilidade à luz e moscas volantes escuras no campo de visão. Assim como as alergias, para se livrar da coceira é preciso seguir um tratamento correto.

O tratamento depende da gravidade do caso, o mais comum é com o colírio para aliviar a inflamação. Se a uveíte for resultado de uma infecção, antibióticos ou medicamentos antivirais poderão ser prescritos pelo médico especialista.

Herpes ocular

Essa doença é causada pelo vírus da herpes simples ou pela varicela, provoca inflamação e por muitas vezes cicatrizes na córnea.

Os sintomas da herpes ocular são bastante parecidos com os da conjuntivite, por isso muitas pessoas confundem as duas doenças. Mas a realidade é que essa é mais grave e pode piorar rapidamente se o paciente não receber o tratamento correto.

O mais importante é consultar um médico oftalmologista e começar a se tratar o mais rápido possível.

Como você viu, as causas de coceiras nos olhos podem ser as mais diversas, tanto por simples alergias, como consequência de alguma inflamação mais grave. Caso a coceira seja muito recorrente o indicado é consultar um oftalmologista. Veja também 10 hábitos que prejudicam a sua visão!

Escreva um comentário