• Rua Tapajós, 645/655. Centro, Manaus (AM)
  • (92) 3233-5555   (92) 98118-1168
  • Seg a sex: 08h às 18h Sáb 08h às 12h

Blog

Mau uso do colírio: conheça os riscos para sua visão

Mau uso do colírio pode prejudicar a visãp

Colírio sem prescrição? Cuidado! Veja 5 doenças que podem afetar sua visão!

O que você sempre faz quando sente uma coceira nos olhos, ou quando surge uma vermelhidão ? Provavelmente, corre para o colírio, certo?! Normalmente, o colírio parece ser um medicamento bastante simples e eficiente para esse processo, por isso, a maioria das pessoas se automedicam.

No entanto, o mau uso desse medicamento pode trazer graves risco à saúde da visão. Por isso, é fundamental sempre estar atento ao assunto, pois ao invés de se curar ou melhorar, o paciente acaba piorando a situação. O colírio pode parecer inofensivo, mas existem riscos que podem ser causados por ele.

Pensando nisso, nós, do Julia Herrera, separamos diversas informações para você conhecer mais o assunto, e cuidar bem da saúde dos seus olhos. Acompanhe!

Leia também:

Colírio: os riscos causados à visão

Basta uma gota para aliviar qualquer irritação nos olhos, mas não é por isso que deve ser usado à vontade. O medicamento não é inofensivo, ele pode causar diversos danos à visão. Além disso, é possível desenvolver doenças graves pelo mau uso do remédio.

O colírio tem validade e cada um deve ter o seu, além disso, ele contém princípios ativos. Existem diversos tipos para cada problema de visão, por isso é fundamental consultar um médico especialista, e seguir as orientações dadas pelo profissional.

Olho seco: existem pessoas que têm dificuldades em produzir lágrimas, ou vivem em locais bastante secos e precisam que os olhos sejam lubrificados. Por isso, existe no mercado, um colírio que é conhecido como lágrimas artificiais que é prescrito pelo médico oftalmologista.

No entanto, o uso incorreto pode causar um efeito reverso no paciente, devido aos conservantes contidos no medicamento. Somente o médico oftalmologista está apto a diagnosticar e receitar esse tipo de colírio.

Contaminações: compartilhar o medicamento pode causar contaminações, pois o colírio entra em contato diretamente com olhos infectados por bactérias e vírus. Ele deve ser considerado como objeto pessoal: é igual uma escova de dente, cada um deve ter a sua.

Portanto, não compartilhe o seu com outras pessoas e nem pegue emprestado. Se sentir irritação na sua visão, faça uma consulta ao médico oftalmologista para ser medicado da maneira correta.

Procedimento adequado

Para evitar efeitos colaterais, é importante usar o medicamento da forma adequada. É fundamental consultar um médico oftalmologista, para depois poder utilizar o colírio, independente do problema. Pois, o uso de colírio sem prescrição médica pode ser perigoso.

Mas o médico pode passar colírios que não exigem receita? ou seja, o paciente pode contar só com a ajuda do farmacêutico? O colírio deve ser adquirido apenas com receita médica, pois é oftalmologista que conhece a raiz do problema.

Por mais que o farmacêutico conheça, ele não vai saber exatamente qual tipo de colírio que o paciente precisa. Por isso, é importante sempre estar com as receitas em mãos.

Apesar de parecer inofensivo o uso indevido do colírio pode trazer diversas consequências à saúde dos olhos, por isso é fundamental estar atento aos cuidados e seguir à risca as orientações do médico oftalmologista. Além disso, evite usar medicamentos que não estão sob prescrição médica.

Consulte sempre um oftalmologista e faça exames de vista, pois assim você consegue cuidar da saúde dos seus olhos.


Baixe o material gratuito

É importante ter os cuidados necessários com a saúde dos olhos, pois assim você evita prejudicar a visão. Então, para ajudar você, nós, do Julia Herrera, temos um conteúdo que vai auxiliar nesse processo. É um infográfico, nele, você vai descobrir as doenças mais comuns e saber como tratá-las. Clique aqui e tenha o material de graça.

Escreva um comentário