• Rua Tapajós, 645/655. Centro, Manaus/AM
  • (92) 3233-5555, (92) 98118-1168
  • Seg a sex: 12:30h às 19h Sáb 08:00 às 12h e 13:00 às 17h

Blog

4 doenças da retina e suas causas: como se prevenir? Descubra

4 doenças da retina e suas causas: como se prevenir de forma eficiente? Leia este artigo!

Algumas doenças da retina surgem na própria região dos olhos, enquanto outras como doenças secundárias. A maioria delas tem potencial para levar a pessoa à cegueira, caso não seja detectada e tratada a tempo.

Como você deve imaginar, a retina é muito sensível e por isso suscetível a agentes externos e internos. Estamos falando de uma pequena camada de tecido responsável por enviar sinais ao cérebro.

Bom, mas falaremos melhor sobre isso mais adiante. Neste artigo, você vai conferir quais doenças mais afetam a retina, suas causas e como se prevenir. Acompanhe!

O que é a retina?

A retina é a parte dos olhos responsável pela formação de imagens, sendo parte essencial do sentido da visão. Ela pode ser comparada a uma tela para projetar as imagens enxergadas pelo cristalino, retendo as imagens e traduzindo para o cérebro por meio dos impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico.

Assim como qualquer outra região do corpo, a retina também está sujeita a doenças que levam à cegueira, caso elas não sejam tratadas a tempo.

Principais doenças da retina

1. Retinopatia diabética

A retinopatia diabética pode surgir por falta de controle da diabete melito. Nesse caso, a diabete obstrui os vasos sanguíneos no tecido da parte traseira do olho, a retina. Por isso os médicos afirmam que a glicemia mal controlada é um fator de risco.

Os principais sintomas da retinopatia diabética incluem:

  • Vultos;
  • Borrões;
  • “Moscas” voadoras;
  • Áreas escuras na visão e;
  • Dificuldade para distinguir cores;

É possível que casos leves sejam controlados com o tratamento da diabetes. Já casos avançados podem necessitar de um tratamento a laser ou cirurgia. É por isso que todo diabético precisa ir regularmente ao oftalmologista.

Não deixe de conferir outros destaques do nosso blog:
Conheça as novas medidas preventivas que o Julia Herrera Hospital dos Olhos adotou contra o COVID-19
Início de conjuntivite pode indicar a presença do novo coronavírus. Entenda o porquê!

2. Hipertensão arterial sistêmica

Assim como a diabete melito, trata-se de uma patologia que pode afetar as veias e artérias da retina, levando à cegueira de forma aguda. É muito importante que o paciente que sofre de hipertensão leve o tratamento a sério.

Ademais, um médico oftalmologista pode acompanhar o paciente para prevenir possíveis doenças da retina.

3. Descolamento de retina

O quadro muitas vezes começa com a percepção de flashes de luz em um dos olhos. Conforme a doença avança, manchas fixas na visão aparecem e aumentam gradualmente. É importante observar esse sintoma no início para evitar que a doença avance demais.

Esse sintoma precisa ser observado por um especialista. Exames podem ser feitos para avaliar as atuais condições do paciente e assim definir qual o melhor tratamento para o problema.

4. Coriorretinopatia serosa central

O nome complicado de uma doença com íntima relação com estresse. O paciente percebe o embaçamento da visão e as imagens passam a ficar tortuosas. A retinopatia serosa central (ou CSR) é uma doença idiopática (que surge espontaneamente ou sem causa definida).

Caracterizada por um vazamento focal vascular através do epitélio de pigmento da retina e pode ser acionada ou agravada pelo uso de corticosteróides ou pelo estresse. Isso pode resultar no descolamento seroso da retina.

Como se prevenir das doenças?

Como diz o ditado, “é melhor prevenir do que remediar”. E isso se encaixa em qualquer situação, principalmente quando o assunto é saúde. Previna!

  • Se você possui alguma doença que pode chegar à retina, faça o seu tratamento de acordo com as orientações médicas;
  • Vá ao oftalmologista regularmente;
  • Realize exames periodicamente, principalmente se já existe alguma predisposição;
  • Pratique exercícios físicos e evite doenças provocadas pelo sedentarismo, que por sua vez podem afetar a visão;
  • Fique sempre alerto se algo estiver fora do normal com os seus olhos ou com a visão.

Agora que você já sabe quais as doenças da retina mais comuns e como se prevenir, não esqueça de ir ao médico regularmente. O Julia Herrera Hospital de Olhos é referência no tratamento de doenças oculares. Oferecemos todos os tipos de exames para diagnóstico e tratamento de média e alta complexidade. Clique aqui e agende hoje mesmo a sua consulta!

Escreva um comentário