• R: Salvador, 440, Ed. Soberane - Torre Corporate, 11º andar- Adrianópolis
  • (92) 3233-5555, (92) 98118-1168
  • Seg a Sex: 13h às 20h30 Sáb: 08h às 12h

Blog

Descolamento do vítreo: tudo que você deve saber sobre este problema está aqui

O vítreo, também conhecido por humor vítreo, é um tipo de gel firme que preenche o olho por dentro e está colado à retina

 

O vítreo, também conhecido por humor vítreo, é um tipo de gel firme que preenche o olho por dentro e está colado à retina. Conforme envelhecemos, ele sofre alterações e se torna mais líquido, o que faz com que ele possa soltar da retina – o que chamamos de descolamento.

 

Não se trata de uma doença, mas de uma alteração que faz parte do envelhecimento. Estima-se que 75% da população com mais de 65 anos tenha descolamento do vítreo.

 

Nesta postagem, falaremos do descolamento do vítreo, o que ele causa, se certas pessoas têm predisposição a ele, como tratar e outros cuidados. Aproveite a leitura!

 

  O que é o descolamento do vítreo?

O descolamento ocorre quando vítreo e retina se separam e é um dos problemas que mais afetam o humor vítreo. Ele pode acontecer de duas formas

O descolamento ocorre quando vítreo e retina se separam e é um dos problemas que mais afetam o humor vítreo. Ele pode acontecer de duas formas:

 

  • Descolamento de vítreo posterior total: o vítreo fica totalmente separado da retina.
  • Descolamento de vítreo posterior parcial: há partes do vítreo aderentes à retina.

 

Em geral, costuma atingir um único olho (descolamento unilateral), mas pode ocorrer nos dois (descolamento bilateral).

    Quais são as possíveis causas do descolamento?

 

 

  • Envelhecimento.
  • Traumas oculares.
  • Inflamações (como a uveíte, que é a inflamação da camada média do globo ocular).
  • Miopia alta (superior a 6 graus).
  • Complicações de cirurgias intraoculares.

 

   Quais são os sintomas do descolamento do vítreo?

 

  • Vista embaçada.
  • Flashes de luz, mais comuns no escuro ou ambientes pouco iluminados.
  • Presença de moscas volantes (a pessoa nota alguma coisa se movendo como se fosse um inseto em seu campo de visão, ou pontos pretos que mudam de posição de acordo com o movimento do olho).

 

Vale lembrar que a presença de moscas volantes, se não for tratada e monitorada por um profissional, pode evoluir até causar cegueira no olho afetado. A falta de cuidados imediatos pode levar a danos irreversíveis na visão.

 

  É possível prevenir o descolamento do vítreo?

Fazer exames oftalmológicos uma ou duas vezes por ano é muito importante para que o médico encontre alterações

Fazer exames oftalmológicos uma ou duas vezes por ano é muito importante para que o médico encontre alterações (como inflamações, desgastes ou rasgos) no vítreo.

 

Há pessoas que devem dar ainda mais importância para as consultas de rotina, pois fazem parte de grupos de risco para o problema:

 

  • Pacientes com alto grau de miopia.
  • Pessoas que já tiveram descolamentos anteriores.
  • Pessoas com histórico familiar de descolamento.
  • Pessoas que fizeram cirurgia de catarata.
  • Diabéticos.
  • Pessoas com doenças oculares degenerativas.

 

Também é importante evitar alguns hábitos e ter certos cuidados:

 

  • Evitar ferimentos nos olhos.
  • Pessoas que trabalham usando ferramentas elétricas devem usar óculos de proteção.
  • Não coçar os olhos com força ou continuamente.
  • Esportes como futebol ou luta podem potencializar lesões oculares causadas por um golpe nos olhos ou uma bolada que acerte a pessoa em cheio no rosto.

 

    O descolamento do vítreo tem cura?

 

O descolamento tem cura se for tratado de forma adequada e sem demoras. 

     Como tratar o descolamento do vítreo?

 

  • Casos em que o descolamento vítreo não está associado com complicações na retina não precisam de tratamento.
  • Se há um rasgo no vítreo, é necessário passar por uma fotocoagulação a laser e ser acompanhado por um médico até a cicatrização completa.
  • Cirurgia é indicada em casos nos quais a rasgadura já se tornou um descolamento, com perda de visão periférica.
  • Se houver sangue no vítreo, vítreo turvo ou moscas volantes, deve ser feito o procedimento vitrectomia (o vítreo é substituído por um gás ou líquido). 

 

     Quem tem (ou teve) descolamento do vítreo pode fazer atividades físicas?

 

  • Quem teve tempos atrás pode fazer exercícios sem problemas.
  • Se houver dúvida ou se o descolamento for recente, a pessoa pode fazer um exame de tomografia de coerência óptica para saber se está tudo bem. O médico irá analisar os resultados e decidir se o paciente pode ir à academia ou praticar esportes.

 

Você gostou deste texto? Nele, vimos o que é o descolamento do vítreo, por que ele ocorre, se há formas de prevenção, como tratar e cuidados que se deve ter para evitá-lo. Lembre-se, exames de rotina têm um papel importante na identificação do descolamento, e você pode contar com o Julia Herrera Hospital de Olhos para realizá-los.
Clique aqui ou saiba mais em www.juliaherrera.com.br. 

 

Escreva um comentário