• R: Salvador, 440, Ed. Soberane - Torre Corporate, 11º andar- Adrianópolis
  • (92) 3233-5555, (92) 98118-1168
  • Seg a Sex: 13h às 20h30 Sáb: 08h às 12h

Blog

O que é Pterígio? Conheça as principais causas, sintomas e tratamento

o-que-e-pterigio

Pterígio é uma patologia muito comum e que é frequentemente confundida com catarata, e mesmo sendo doenças que afetam os olhos, não tem semelhança nem sem diagnósticos, tratamentos ou sintomas. Mas o que é pterígio?

O pterígio é uma pequena carne (tecido fibrovascular) que surge na córnea tirando o brilho e beleza.

Normalmente o pterígio cresce de forma lenta durante a vida e pode parar seu crescimento em certo ponto. Em casos mais avançados, a lesão pode continuar progredindo até recobrir o eixo visual correspondente à pupila podendo afetar a visão.

Quais as causas do pterígio?

A causa da afecção ainda não foi totalmente explicada, mas sabe-se que pode ser tanto por fatores hereditário, quanto por fatores externos. Como a exposição solar frequente. Mas não é contagioso.

Mas um principal fator externo que causa o pterígio é a exposição aos raios ultravioleta sem proteção. Devido ao clima e a exposição solar, as regiões com maior número de pessoas afetadas são as litorâneas, como o Norte e Nordeste no Brasil. Trabalhadores rurais, com frequência apresentam a doença, também em função da exposição ao sol.

O pterígio é mais frequente em adultos a partir de 20 anos e em homens mais do que em mulheres.

Leia também:
Existe relação entre dor de cabeça e problema de visão? Descubra!

Como prevenir

A melhor prevenção é o cuidado, e uma medida preventiva de grande importância é o uso de óculos de sol para proteção contra a radiação ultravioleta (UVA e UVB).

Quando passar muito tempo em locais que ressecam os olhos como ambientes com ar condicionado, pilotando moto, ou mesmo dirigindo um carro, devem evitar que o vento atinja diretamente os olhos, o ideal é fazer uso de colírio lubrificante ou lavar com soro fisiológico. O mesmo vale quando for para a praia ou piscina.

Este cuidado vai limpar o olho e retirar qualquer sujeira que possa ter ficado no olho. O tratamento contra este crescimento da conjuntiva, em fase inicial pode ser feita com colírios e remédios paliativos para os sintomas.

Sinais e sintomas

O pterígio causa sensação de corpo estranho e ardor ocular. A afecção não leva à perda da visão, mas sua presença pode provocar o aparecimento de astigmatismos elevados, que muitas vezes não são corrigidos pelos óculos.

Geralmente os pacientes procuram o oftalmologista, devido as seguintes queixas:

  • Coceira;
  • Ardor;
  • Lacrimejamento;
  • Vermelhidão;
  • Irritação.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito através de anamnese, um procedimento fundamental para estabelecer o identificação do problema e instituir o procedimento mais adequado às condições clínicas do paciente.

Além do próprio exame oftalmológico, e no Julia Herrera Hospital de Olhos, possuímos médicos especialistas que irão ajudá-lo no diagnóstico do problema.

Tratamento

Os cuidados e limpeza dos olhos não eliminarão o problema, mas podem diminuir o risco de progressão e aliviar por um tempo os sintomas desconfortáveis que o pterígio já desenvolveu.

A remoção do pterígio com autotransplante de conjuntiva sadia e fixação com cola biológica é o melhor procedimento existente atualmente. Realizar esses tipo de cirurgia é mais indicado que o método antigo, com pontos, pois as chances da carne crescida voltar é maior e o retratamento é pouco eficaz.

O Hospital de Olhos Julia Herrera realiza transplante conjuntival com a cola biológica que é bem vantajosa por ser uma cirurgia que não leva ponto e por isso tem a cicatrização mais rápida e com menos incômodo pós-operatório. Assim, o paciente pode retomar as suas atividades de rotina rapidamente.

Com a técnica de recobrimento conjuntival, a reincidência pode diminuir para 5%. Aproximadamente 97% dos casos de reaparecimento do pterígio ocorre nos primeiros 12 meses após a cirurgia com ponto.

Neste post você viu que o pterígio é uma uma lesão benigna não contagiosa que pode ser tratada através de alguns cuidados ou de cirurgia. Agende já uma consulta no Hospital de olhos Julia Herrera! Veja também 9 sinais que indicam que você precisa procurar um oftalmologista.

Escreva um comentário